Episódio #5 – É bom estar sempre ocupado?

 

Bem-vindos ao quinto episódio do Podcast, disse ela!

Este é um podcast sobre mudança.

Neste episódio conversamos sobre um tema complexo: como gerir a pressão (externa, mas também interna) para estar sempre ocupado, fazer cada vez mais e ser bem sucedido? 

Alguns pontos que abordamos:

  • É impossível fazer tudo, estar em todos o lado ou ser bom em tudo; 
  • O que vemos nas redes sociais não é a realidade, é uma representação da realidade; 
  • O nosso valor não vem apenas do nosso trabalho;
  • Perder o FOMO (Fear of Missing Out);
  • Quando os carros se guiarem sozinhos vamos ter mais tempo para fazer outras coisas nas deslocações. Ou para nos distrairmos mais? 

Referências neste episódio

Agradecimentos

U.Porto Media Innovation Labs


E tu? Tens uma história de mudança para partilhar? Queres mudar, mas não sabes como? Queremos ouvir a tua opinião e tentar responder às tuas dúvidas.

Podes contactar-nos por email para hello@podcastdisseela.com ou através da nossa página de Facebook, em www.facebook.com/podcastdisseela.

Subscrever: no itunes | no soundclound

4 Comments

  1. E na realidade deste episódio 5, ficou-me a ideia da tirania do email e da obrigatoriedade de enviar resposta todos os dias e a qualquer hora.Eu próprio passei por isso no último trabalho que desempenhei, em que enviava ao Sábado e Domingo, e mails e elaboração de orçamentos…ao principio era a excepção…e depois tornou-se a rotina.E tempo para amigos e família. Onde fica??
    Apesar da minha formação ser em Direito, tenho aprendido muito com a vossa experiência de Marketing Digital…e tem sido muito gratificante.Continuem…

    Liked by 1 person

    Reply

    1. Obrigada por mais um comentário tão pertinente, José! Também temos essa sensação relativamente ao ’email’: de repente, tornou-se norma a resposta imediata, mesmo que não seja suposto estarmos a trabalhar naquele momento. Continuamos a contar consigo desse lado! 🙂

      Like

      Reply

  2. Olá, olá!
    Elsa, tiraste-me as palavras da boca: pelo que vi nas redes e nas minhas comunidades, 2017 foi um ano fabuloso. Super, hiper, mega, fantástico, top.
    A capacidade de contar histórias verdadeiras, com o bom e o mau da vida, não é planta que nasça do jardim de todas as pessoas.
    Falamos de fake news, mas a verdade é que passamos a vida a criar fake lifes.

    Like

    Reply

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s